Premiação do Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável

Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável escolhe projetos para edifícios educacionais em Teresina

Durante a realização do último workshop Teresina Sustentável – Ação Centro 2014, nessa quinta-feira (27), no Metropolitan Hotel, foram premiados os melhores projetos arquitetônicos escritos no prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável, que serão implantados pela Prefeitura de Teresina em edifícios educacionais da capital. No total foram distribuídos R$20 mil em prêmios, contemplando duas categorias: estudante e profissional.

De acordo com Cleto Baratta, Secretário Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, a realização do concurso foi uma forma de estimular a criatividade dos estudantes e profissionais da Arquitetura para que estes desenvolvessem trabalhos sustentáveis. “Vamos levar todos esses projetos para a Prefeitura e aplicá-los. Acredito que esta é uma parceria que deve ser continuada e a nossa intenção é fazer com que o concurso seja realizado anualmente, fazendo com que os projetos sustentáveis sejam uma prática a ser incorporada na cidade”, ressalta.

“A realização do concurso é uma forma de fazer com que os alunos pensem mais a respeito da sustentabilidade para formularem soluções para a infraestrutura da nossa cidade, como propostas que se adequem ao clima de Teresina. Todos os trabalhos dos participantes do concurso serão expostos na Prefeitura, na UFPI e disponibilizados no site do IAB”, afirma Nícia Formiga, professora do curso de Arquitetura da UFPI e presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil no Piauí.

O prêmio foi uma realização da Prefeitura Municipal de Teresina, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos – Semam, em parceria com o Departamento do Piauí do Instituto dos Arquitetos do Brasil – IAB. Aos escolhidos foi concedida uma premiação em dinheiro, sendo R$15 mil para modalidade profissional e R$5 mil para estudante. Segue abaixo o nome dos candidatos premiados com menção honrosa, bem como nas primeiras colocações:

Categoria Estudantes
1º lugar: Alana Carine Carvalho, Ramon de Sousa, Daniel Moura e André Luigi. Orientador: Ronaldo Pinto Marques
Menção Honrosa: Moema Santos Soares e Camila de Sousa Ferreira. Orientadora: Karenina Cardoso Matos

Categoria Profissional
1º lugar: Raimundo Dias Filho, Co-autores: Vinicius Luiz Lima Souza e Joana Leonara de Brito Vale
Menção Honrosa: Moisés Rocha Luz, Co-autores: José Hamilton Lopes Leal Júnior, Nestor de Castro Brito e Thiago Melo Braga

O Secretário do Meio Ambiente de Teresina Prof. Dr Cleto Baratta e a Presidente do IAB-PI, anunciando os vencedores do Prêmio Caneleiro

O Secretário do Meio Ambiente de Teresina Prof. Dr Cleto Baratta e a Presidente do IAB-PI, anunciando os vencedores do Prêmio Caneleiro

Profa Dra Ana Lúcia Camillo da Siveira e o Secretário Prof. Dr Cleto Baratta entregando o Prêmio

Profa Dra Ana Lúcia Ribeiro Camillo da Silveira e o Secretário Prof. Dr Cleto Baratta entregando o Prêmio da categoria Estudante.

Fonte: Thamirys Viana

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável

Aconteceu na tarde de quarta feira (27/08) a cerimônia de lançamento do Prêmio Caneleiro de Arquitetura Sustentável, no Cine Teatro da UFPI em Teresina. O Prêmio é uma inciativa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, destinado aos profissionais e estudantes de Arquitetura. Na cerimônia estavam presentes professores e alunos dos cursos de Arquitetura das universidades públicas e particulares de Teresina, do Secretário de Meio Ambiente, Cleto Baratta, da presidente do IAB-PI, Nícia Formiga Leite, do Presidente do CAU-PI, Sandreland Ribeiro e do Prefeito Firmino Filho.foto2arq

A proposta do prêmio é a elaboração de projetos sustentáveis para uma Escola Municipal de Ensino na categoria Profissional e uma Escola de Educação Ambiental, na categoria Estudante. O secretário de Meio Ambiente da Prefeitura, Cleto Baratta, falou da importância do Prêmio. “Propomos esse concurso como uma maneira de incentivar a noção de sustenabilidade tanto nos profissionais arquitetos quanto nos futuros alunos dessas escolas que serão propostas pelos concorrentes”, pontua o Secretário.

A Presidente do IAB-PI, Nicia Formiga Leite falou sobre a integração do IAB com o concurso. “É uma forma de fomentar a ideia de arquitetura sustentável nos cursos e fazer os alunos pensarem mais a respeito dessa questão para formularem soluções para a infraestrutura da nossa Cidade, como propostas que se adequem ao clima de Teresina”, afirma.

Para os estudantes, a Arquitetura Sustentável é uma àrea de afinidade e também desafiadora. De acordo com Ilana Carvalho, aluna do curso de Arquitetura da UFPI, “É uma ótima iniciativa para Teresina, já que essas competições geralmente ocorrem apenas em outros estados, além de que eu gosto dos temas de sustentabilidade”.

O Edital será publicado no dia03/09, com todos os dados e o cronograma. foto3arqFotos e informações – Assessoria de Comunicação UFPI

 

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | 4 Comentários

Eleição da Nova Diretoria do IAB-PI, triênio 2014/2016

Convocamos todos os arquitetos do IAB-PI, interessados em apresentar sua candidatura para eleição da nova diretoria do IAB-PI, triênio 2014/2016 a realizarem a inscrição durante o 3º Teresina Sustentável no dia 14/11.

 

A chapa deve ser formada por 13 arquitetos urbanistas na seguinte composição:

Presidente

Vice-Presidente

1° Secretario

2° Secretario

1° Tesoureiro

2° Tesoureiro

Conselho Fiscal – 3 Membros

Conselho Superior – 2 Membros com 2 suplentes

  

A eleição será realizada no dia 29/11 no Centro de Tecnologia, no horário de 8 as 12h e 14 as 18h.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Manual de Contratação Serviços de Arquitetura e Urbanismo – IAB/DN

O novo Manual de Contratação Serviços de Arquitetura e Urbanismo do IAB foi aprovado em novembro na 138ª Reunião de Conselheiros Superiores do IAB (138º COSU)

Elaborada e revisada periodicamente pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, desde 1921, com última revisão em 1991, a tabela de honorários, é uma referência de valores para que os arquitetos possam negociar seus serviços de forma segura e equilibrada e, sobretudo, para evitar a concorrência desleal de preços e assegurar um padrão de qualidade aos serviços prestados. Vinte anos depois de sua última atualização, faz-se necessário uma nova revisão da tabela a fim de adequá-la às circunstâncias atuais do mercado, das novas leis, normas e dos decretos.

Entre as principais mudanças, está a abrangência de novos tipos de projeto e a reavaliação das normas vigentes levando em conta as variações orçamentárias de preços dos últimos anos. O Manual esteve em consulta pública até 30/10. O documento foi aprovado no último dia 7 de novembro, na 138ª reunião do Conselho Superior do IAB (COSU) em São Paulo.

O Manual passou por três etapas até sua atual versão: a primeira no período de 2008 – 2009 conduzida pelo diretor de política profissional do IAB, Paulo Hermano. Nesta etapa também participaram os arquitetos Artur Novaes e Custódio Santos, na época presidente do IAB-CE. 

A partir de 2010, o trabalho passou a ser conduzido pelo Coordenador da Comissão de Exercício Profissional do Conselho Superior do IAB (COSU), Odilo Almeida – também presidente do IAB-CE. Nesse período, foram realizados: o detalhamento do Manual, a sua adaptação à Lei do CAU (12.378/2010), discussão, consulta pública nacional e aprovação final pelo COSU.

A partir dessa aprovação, serão encaminhadas as seguintes ações complementares: (1) elaboração de um software para auxiliar nos cálculos do valor dos projetos e serviços; (2) elaboração de projeto gráfico e publicação do Manual; (3) lançamento nacional do Manual em todos os estados; (4) “calibragem” do software até o segundo semestre de 2.012, para eventuais ajustes necessários.

O Manual irá nortear as contratações de serviços de Arquitetura e Urbanismo pela cadeia produtiva nos próximos anos.

(notícia original iab-ce)

Para acessar ao manual:

http://www.iabce.org.br/?view=topic&page=443

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Diferenças entre Conselho Profissional x Sindicato x Entidades de Classe

Entidades profissionais existem por iniciativa e responsabilidade exclusiva dos profissionais, que as fundam e as mantêm. Este é o caso do Instituto de Arquitetos do Brasil, a mais antiga das entidades de arquitetos do país, herdeira direta do Instituto Brasileiro de Arquitetura, que foi fundado em 1921. Entidades profissionais são instituições de natureza política e cultural, dedicadas ao debate das questões decisivas das profissões em torno das quais se constituem, visando ao aprimoramento dessas profissões. Importante, para a caracterização das entidades profissionais, é o fato de que elas são independentes do Estado, tanto para sua sustentação econômica quanto para sua afirmação institucional. Para existir, uma entidade profissional conta apenas com sua própria capacidade de coletar os recursos necessários à sua sobrevivência e com sua própria capacidade de legitimar-se perante os profissionais que procura representar, sendo aquela – a viabilização econômica – decorrência direta desta – a legitimidade.

A legitimidade de uma entidade profissional se constrói na defesa de princípios e valores considerados fundamentais e justos, tanto pelos profissionais que a constituem quanto pela sociedade em seu todo; é, portanto, uma legitimidade de natureza política e, ainda antes disso, e muito mais importante do que isso, ÉTICA. Sem ela, uma entidade não sobrevive, porque lhe faltam, em primeiro lugar, autoridade moral e, em conseqüência desta carência primordial, a capacidade de obter, de seus afiliados e da sociedade, os recursos de que necessita para manter sua estrutura administrativa em funcionamento.

Já os conselhos profissionais, por seu turno, diferentemente das entidades profissionais, são instituições do Estado, por ele criadas e mantidas pelas contribuições compulsórias que todos os profissionais vinculados aos respectivos conselhos estão legalmente obrigados a pagar; na sua condição de órgãos do Estado, conselhos profissionais existem para controlar e fiscalizar o exercício das diferentes profissões, visando ao benefício e à proteção dos interesses da sociedade; este é caso do CAU.

 

Os sindicatos têm como missão principal a luta pela melhoria das condições de trabalho, da remuneração dos profissionais, das relações entre proprietários de empresas privadas, públicas e colaboradores, e à defesa da classe, entre outras atividades. Eles têm como atribuição específica verificar jornada ideal de trabalho do profissional, piso salarial, acordos anuais, fazendo prevalecer todos os direitos trabalhistas garantidos pela CLT.

O Art. 579 da CLT estabelece que a Contribuição Sindical “é devida por todos aqueles que participam de uma determinada categoria econômica ou profissional, ou de uma profissão liberal, em favor do Sindicato representativo da mesma categoria ou profissão, ou, inexistindo este, na conformidade do disposto no art. 591.” Conforme dispõe o artigo, todo aquele que exercer atividade profissional estará obrigado ao recolhimento da contribuição.

Em resumo, o profissional Arquiteto Urbanista tem por obrigação, pagar anuidade do CAU, o tributo do Sindicato e é de livre escolha se associar ao IAB.

Outra informações sobre o sindicato acesse:

http://arqpb.blogspot.com.br/2010/03/fna-esclarece.html 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Nota do presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Sérgio Magalhães, sobre a morte de Oscar Niemeyer

Um dos grandes arquitetos do mundo em todos os tempos, Oscar Niemeyer se inseriu na cultura arquitetônica de um modo raro, original e abrangente. Mas o que não foi suficientemente reconhecida foi sua capacidade de mudar a história de um país através da arquitetura. A grande maestria e genialidade de Niemeyer apareceram quando ele construiu os primeiros edifícios de Brasília. O simbolismo dos projetos é tão contundente que imediatamente foi apropriado pela população brasileira como sendo a grande confiança no futuro e no desenvolvimento nacional. Sobretudo, sua importância deve ser reconhecida pela construção de símbolos arquitetônicos com sentido de progresso, de beleza e de urgência. A obra de Niemeyer é consequência dessa capacidade invulgar de arquiteto: um marco na história do Brasil.

Oscar-Niemeyer

 

Para além do arquiteto, Niemeyer foi um homem que se colocou à frente de seu tempo, sendo solidário com o seu povo e amado como poucos. A perda do maior arquiteto é também a perda de um dos maiores brasileiros. O IAB e os arquitetos do Brasil prestam homenagem a Niemeyer e se solidarizam com a família neste momento tão doloroso.

 

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Concurso de Ideias “Teresina Sustentável” para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Piauí (CAU/PI), o Instituto de Arquitetos do Brasil, seção Piauí (IAB/PI) e o Instituto de Comunicação e Cultura (ICC), entidades promotoras e organizadoras do I Concurso de Ideias “Teresina Sustentável” para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo, Parque das Mangueiras.

Veja o edital

CONCURSO PÚBLICO DE IDEIAS

Princípios de Projeto

CONCURSO PÚBLICO DE IDEIAS_p

Modelo Prancha

CONCURSO PÚBLICO DE IDEIAS _prancha

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário